Cálculo de Aposentadoria – veja como simular

Publicidade

Cálculo de Aposentadoria – O cálculo de aposentadoria pode ser feito como efeito de simulação da sua aposentadoria. Esse cálculo não possui efeito legal e serve apenas para que você possa ter uma ideia de quanto tempo de contribuição você precisa ter até chegar esse momento.

Você também pode calcular pensando em saber o valor da aposentadoria. Nesse caso, a simulação deve levar em conta a reforma da Previdência social, de 2019. Isso porque algumas alterações introduzidas pela reforma influenciam no valor do benefício. Veja mais informações sobre o cálculo da aposentadoria abaixo.

Publicidade

calculo-para-aposentadoria

Cálculo de Aposentadoria – o que é contado para saber o valor da aposentadoria

O cálculo de aposentadoria, feito com as informações das bases da Dataprev e do INSS, leva em consideração:

  • valor das contribuições para a Previdência Social;
  • tempo de contribuição;
  • data de nascimento;
  • se você é do sexo feminino ou do sexo masculino.

Todas são informações importantes para fazer a simulação de aposentadoria. Mas é importante saber que simular a aposentadoria não garante o direito de se aposentar. Somente a comprovação dos fatores citados acima perante a Previdência Social é que garante o seu direito à aposentadoria. Tanto o valor das contribuições quanto o tempo de contribuição podem ser consultado no extrato do INSS.

Quanto tempo de contribuição para me aposentar proporcional

O cálculo da aposentadoria leva em consideração a média salarial sobre as quais foram feitas as contribuições a partir de julho de 1994. Anteriormente, somente 80% das contribuições maiores é que eram levadas em conta. As 20% restantes eram desconsideradas.

Publicidade

Dessa maneira, com a reforma da Previdência, é possível se aposentar após 15 anos de contribuição, com 60% do valor da média salarial. Para as mulheres, a partir de 15 anos de contribuição, somam-se 2% a mais no valor da aposentadoria. Para os homens, a partir de 20 anos de contribuição é que passa-se a ser somados os 2% a mais no cálculo da aposentadoria.

Valores da aposentadoria para mulheres e homens

Veja como fica o valor da aposentadoria para mulheres a partir de 15 anos de contribuição:

  • após 16 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 62% da média salarial;
  • após 17 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 64% da média salarial;
  • após 18 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 66% da média salarial;
  • após 19 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 68% da média salarial;
  • após 20 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 70% da média salarial;
  • após 21 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 72% da média salarial;
  • após 22 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 74% da média salarial;
  • após 23 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 76% da média salarial;
  • após 24 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 78% da média salarial;
  • após 25 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 80% da média salarial;
  • após 26 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 82% da média salarial;
  • após 27 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 84% da média salarial;
  • após 28 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 86% da média salarial;
  • após 29 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 88% da média salarial;
  • após 30 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 90% da média salarial;
  • após 31 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 92% da média salarial;
  • após 32 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 94% da média salarial;
  • após 33 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 96% da média salarial;
  • após 34 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 98% da média salarial;
  • após 35 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 100% da média salarial.

Veja como fica o valor da aposentadoria para homens a partir de 15 anos de contribuição:

  • após 16 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 60% da média salarial;
  • após 17 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 60% da média salarial;
  • após 18 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 60% da média salarial;
  • após 19 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 60% da média salarial;
  • após 20 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 60% da média salarial;
  • após 21 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 62% da média salarial;
  • após 22 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 64% da média salarial;
  • após 23 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 66% da média salarial;
  • após 24 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 68% da média salarial;
  • após 25 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 70% da média salarial;
  • após 26 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 72% da média salarial;
  • após 27 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 74% da média salarial;
  • após 28 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 76% da média salarial;
  • após 29 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 78% da média salarial;
  • após 30 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 80% da média salarial;
  • após 31 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 82% da média salarial;
  • após 32 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 84% da média salarial;
  • após 33 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 86% da média salarial;
  • após 34 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 88% da média salarial;
  • após 35 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 90% da média salarial;
  • após 36 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 92% da média salarial;
  • após 37 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 94% da média salarial;
  • após 38 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 96% da média salarial;
  • após 39 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 98% da média salarial;
  • após 40 anos de contribuição, você tem direito a se aposentar com 100% da média salarial.

Nessa conta de 2% a mais a cada ano de contribuição, se você continuar contribuindo mesmo após o tempo mínimo para aposentar, o acréscimo continua. Assim, se a mulher contribuir por 36 anos, recebe 102% sobre o valor da média salarial. O mesmo vale para o homem.

É importante ressaltar que esse acréscimo só é possível até o teto do INSS. Em 2020 o teto do INSS é de R$ 6.101,06. Por outro lado, o valor mínimo de aposentadoria é de um salário mínimo, que em 2020 é de R$ 1.045,00.

Reforma da Previdência – mudanças na forma de pensar na aposentadoria

A reforma da Previdência, de 2019, apesar de necessária para manter a saúde dos cofres públicos fez com que se aposentar com o teto do INSS seja uma possibilidade menos próxima. O cálculo da aposentadoria mostra isso claramente.

Faça aqui o cálculo de aposentadoria

Agora que você já sabe disso, é importante que comece a pensar ativamente em como será o seu futuro. Existem diversas maneiras de garantir que a sua aposentadoria seja mais tranquila e todas passam por investir.

Cálculo de aposentadoria – como melhorar a renda da aposentadoria

Você tem à disposição diversas opções de investimento como, por exemplo, previdência privada, investimento em ações, investimento em fundos imobiliários, CDB, LCI dentre tantos outros. Evite volatilidade e lembre que o tempo, para quem investe, é o melhor amigo. Ou seja, evite promessas de enriquecimento rápido.

Procure estudar e se informar com pessoas de confiança. Trabalhe e invista sabendo que o seu futuro estará garantido.